Logotipo Da Profitage

Atuação Nacional

Quero Comprar Empresa Falida

Atuamos Em Todo Brasil!

Link Para Abrir Whatsapp da Profitage(11)9.4037-7673
Fundador

fundador

Sérgio Martins - Fundador da Profitage
Contato
Oportunidades

Começar um novo negócio, investir em uma franquia ou comprar uma empresa falida? Essas são algumas das perguntas que passam pela cabeça de quem quer começar a empreender. Para te ajudar na decisão, hoje, vamos falar sobre a última opção. Comprar uma empresa falida é um bom negócio?

A compra de uma empresa falida implica riscos, uma vez que o comprador se torna responsável pela liquidação das dívidas com os credores.

Contudo, essa também pode ser a oportunidade crescimento em novos mercados. O processo de compra exige uma pesquisa cuidadosa, negociações com os credores e obtenção de aprovação judicial.

Quais são os benefícios de comprar uma empresa falida?

Primeiro, o maior benefício é o custo de iniciar um negócio. Comprar uma empresa falida é, naturalmente, mais barato do que tentar comprar um negócio com desempenho eficiente.

Além disso, pode ser mais barato do que começar do zero. Uma empresa falida, querendo ou não, ainda terá benefícios, como a base de clientes existente. Tudo isso pode aumentar as chances de sucesso, pois você não precisa necessariamente gastar muito capital inicial com elas.

Administradores já esperam levar o negócio a novas mãos, e, portanto, suas abordagens de compra geralmente são recebidas com entusiasmo. Além disso, existem certas situações que tornam a compra de uma empresa falida ainda mais benéfica.

Por exemplo, se você está comprando de um administrador de insolvência, os passivos antigos geralmente ficam com o devedor insolvente. Portanto, você nem sempre precisa se preocupar com os passivos, mas pode começar de novo.

Porém, nem sempre é assim. Esse é um ponto importante que vamos retornar mais à frente, ao falar do passo a passo da compra.

Quais são os riscos de comprar uma empresa falida?

Embora a compra de uma empresa falida possa parecer mais barata, em comparação com começar do zero, existem certos riscos significativos envolvidos no processo. Embora você possa limitar esses riscos abordando o processo com a devida cautela, é necessário entender os riscos completamente, antes de se comprometer com o processo.

Em primeiro lugar, você precisa ter em mente o fato de que está comprando essencialmente um negócio falido. Isso significa que você não pode garantir que sua abordagem resolva esses problemas.

Além disso, adicione a camada de risco financeiro à equação. Dependendo do acordo, você pode pagar alguns aspectos do negócio, o que pode prejudicar seus ganhos a curto prazo.

Administradores esperam o pagamento imediato do crédito, na maioria dos casos. Portanto, muitas vezes, você não tem o luxo de procurar mais investimentos ou empréstimos. Você deve poder pagar sua parte assim que começar.

Além disso, você precisa estar ciente de que partes dos ativos e passivos comerciais são transferidas para você. Por exemplo, a maioria das empresas falidas exige do novo proprietário a responsabilidade de controlar os contratos de trabalho existentes.

Isso significa que você não poderá simplesmente demitir funcionários imediatamente ou poderá ter funcionários em sua empresa, que estavam, em parte, por trás da queda dos negócios anteriores.

Quais são os passos mais importantes na compra de uma empresa falida?

Trabalho de preparação

Você pode encontrar falências comerciais através de:

  • Buscas em registros judiciais;
  • Anúncios em publicações;
  • No boca a boca.
  • Depois de localizar um candidato à aquisição, é necessário revisar os documentos judiciais relevantes. Documentos do tribunal devem incluir um relato abrangente da situação financeira e das demandas operacionais da empresa que você deseja comprar.
  • Caso você possa investir verba e conhecimento gerencial necessário para salvar os negócios ou prepará-los para a liquidação, deve garantir os serviços de um advogado ou escritório de advocacia com experiência na compra de empresas falidas, para orientá-lo no processo.

Negociação de credores

Antes de formular um plano abrangente de compra, você deve se reunir com os credores da empresa que pretende comprar. Entenda o que os credores consideram aceitável, em termos de pagamento, qual a porcentagem do valor devido que podem aceitar e qual estrutura de pagamento acham aceitável.

Dependendo do negócio, pode ser necessário lidar não apenas com fornecedores e credores garantidos, mas também com detentores de títulos e acionistas.

Credores precisam assinar o acordo para que você compre o negócio, portanto, compreenda totalmente os termos deles e os cumpra antes de prosseguir.

Apresente oferta ao juiz

Ao contrário de uma venda particular, a compra de uma empresa falida exige que o tribunal assine qualquer acordo. Apresentar o acordo proposto ao juiz e justificar por que sua oferta faz sentido pode fornecer uma indicação da inclinação do juiz para aprovar a compra ou não.

Também ofereça ao juiz a oportunidade de fazer sugestões. Caso o juiz considere a proposta aceitável ou faça sugestões que você considere aceitáveis, o processo avança.

Licitação e compra

A fase final do processo de compra exige que você envie formalmente sua oferta de compra ao tribunal.

Além da oferta de compra em si, você precisa enviar um depósito equivalente a uma porcentagem do preço da oferta, embora a porcentagem ou o valor exato possa variar de estado para estado ou de tribunal para tribunal.

Caso o juiz aprove sua oferta de compra, você poderá prosseguir com a compra.

Planejamento é a alma do negócio

Por fim, você deve sempre abordar o processo com um plano adequado para a aquisição da empresa. Essencialmente, você não pode iniciar um negócio comprando uma empresa falida sem um plano de negócios adequado.

Um plano eficiente é especialmente importante nos casos de aquisição de empresas falidas. Quando você se depara com uma empresa que já falhou, precisa saber como evitar a crise anterior. Portanto, reserve um tempo para entender o que aconteceu nos negócios e as decisões que levaram à sua queda.

Além disso, você aprenderá mais sobre o negócio específico enquanto faz a pesquisa e realiza a devida diligência. Certifique-se de implementar essas descobertas também no seu plano de negócios. É improvável que alguns aspectos do negócio sejam quebrados e pode ser sensato tirar proveito das coisas que funcionam no negócio.

Se você constatou, durante a devida pesquisa, que contratos anteriores serão dissolvidos, verifique com os terceiros se eles desejam continuar trabalhando com você. Compreender em que consiste sua base de clientes e subcontratados após a venda pode ser a chave para o sucesso.

Você Vai Se Surpreender Com As Oportunidades Que Temos Para Sua Empresa!