Logotipo Da Profitage

Atuação Nacional

Antecipação do Décimo Terceiro Salário - Como se preparar

Atuamos Em Todo Brasil!

Link Para Abrir Whatsapp da Profitage(11)9.4037-7673
Fundador

fundador

Sérgio Martins - Fundador da Profitage
Contato
Oportunidades

O final de ano é sinônimo de recursos humanos e departamento pessoal da empresa de se preparar para o pagamento do 13º dos funcionários. Essa é uma bonificação que acontece na maioria dos casos no mês de dezembro e que é muito aguardada pelos colaboradores. Seu pagamento é obrigatório por Lei e é um direito de todo trabalhador registrado.

A lei que tornou o 13º salário obrigatório no Brasil é a Lei Nº 4.090, instituída pelo presidente, João Goulart, em 1962. A mesma foi criada com o intuito de gratificar os trabalhadores no Natal, por isso, até os dias de hoje, essa quantia é depositada em dezembro, na conta dos funcionários

Apesar disso, um dos artigos da Lei determina que o 13º pode ser adiantado pelas empresas, sendo pago em duas parcelas ao colaborador. Para isso, é preciso pagar a primeira parcela, obrigatoriamente, entre os meses de fevereiro e novembro e a segunda em dezembro. É possível pagar de maneira integral, sendo a data limite 20 de dezembro.

Essa é uma maneira de aliviar tanto o lado da empresa, que minimiza os impactos desses gastos ao parcelar e adiantar, como para o funcionário, que tem acesso ao seu dinheiro antes do tempo previsto.

Vale salientar que a empresa tem o direito de optar por adiantar o 13º salário dos funcionários, porém, essa decisão deve ser acordada junto ao sindicato da categoria em convenção coletiva de trabalho.

Como a empresa se prepara para o adiantamento? Antes de qualquer medida, é preciso que o departamento pessoal e o RH da empresa tenham ciência de que essa é uma medida legal e que os funcionários tem sim o direito de solicitar o adiantamento do seu 13º. Muitos funcionários não sabem dessa brecha na Lei, o que acaba por gerar uma confusão com o colaborador.

Sabendo disso, é preciso que o setor e a empresa se planejem estratégica e economicamente para esses adiantamentos. Para que tudo aconteça de acordo com a legislação trabalhista, é preciso estabelecer uma data limite para a solicitação do adiantamento e informá-la aos funcionários.

O pedido deve ser feito com o máximo de antecedência possível e registrado oficialmente. Dessa forma, é primordial que esse pagamento esteja previsto nas finanças da empresa e que o fluxo de caixa seja capaz de cobrir essa antecipação legal do décimo terceiro salário. Para isso, é preciso se planejar logo no começo do ano!

O ideal é que a empresa sempre planeje uma reserva para o segundo semestre, a fim de cobrir esses adiantamentos que possam vir a ser solicitados pelos funcionários. Em casos em que essa reserva não seja possível, pode-se optar pela antecipação de recebíveis, que pode ser uma maneira de ajustar essas questões. Com essa medida, você antecipa o recebimento de vendas a prazo e consegue capitalizar o seu caixa para essas medidas emergenciais. Independentemente da solução encontrada por sua empresa, cumprir com a Lei é o principal objetivo.

Está encontrando dificuldades para administrar a sua empresa? Conte com a nossa expertise. Acesse nosso site e conheça nossos serviços:

Você Vai Se Surpreender Com As Oportunidades Que Temos Para Sua Empresa!