Logotipo Da Profitage

Atuação Nacional

Cinco Dicas Para Se Planejar Para o Décimo Terceiro

Atuamos Em Todo Brasil!

Link Para Abrir Whatsapp da Profitage(11)9.4037-7673
Fundador

fundador

Sérgio Martins - Fundador da Profitage
Contato
Oportunidades

Anualmente sua empresa precisa estar preparada para realizar o pagamento do décimo terceiro a seus funcionários celetistas. Portanto, para evitar possíveis transtornos, acompanhe esse artigo e veja 5 dicas para se planejar.

O décimo terceiro é um direito assegurado aos trabalhadores pelas normas da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Corresponde ao pagamento de um salário proporcional ao período trabalhado no ano.

Como a empresa pode se planejar? O planejamento para o pagamento do décimo terceiro pode acontecer durante o ano todo, confira como:

1. Antecipe-se Embora seja uma obrigação do final do ano, o ideal é que o décimo terceiro seja planejado com meses de antecedência. Afinal, o período que precede as festas de fim de ano geralmente é agitado. São várias confraternizações, reuniões para planejamento de atividades do ano seguinte, sem contar outras surpresas. Sendo assim, vale a pena se antecipar e deixar tudo organizado.

Nesse sentido, há a possibilidade de realizar provisionamentos mensais. Para isso, é preciso separar 1/12 do salário dos trabalhadores cada mês e já destiná-lo ao pagamento do décimo terceiro.

Sua empresa precisa de capital para continuar funcionando com qualidade e cumprindo todas as obrigações legais? Entre em nosso site e conheça nosso serviço.

2. Calcule o benefício corretamente Uma dica básica para você se planejar para o décimo terceiro é calcular corretamente o valor a ser pago aos colaboradores. Por sorte, a conta é bem simples.

Basta pegar o salário de um funcionário, dividi-lo por 12 e depois multiplicar o resultado pelo número de meses trabalhados por ele.

Quando o trabalhador recebe um salário comissionado, a média do valor dessas comissões ou outros acréscimos deve ser adicionada a conta.

3. Atenção aos tributos A aplicação dos encargos tributários é parte importante do processo de organização para pagamento do décimo terceiro, deste modo requer atenção, veja os recolhimentos necessários.

FGTS – 8% da empresa;

INSS – 3% da empresa e 8% do empregado;

IR – Deduzido apenas do colaborador quando seus rendimentos superam o limite determinado por lei.

4. Atenção também aos prazos O pagamento do décimo terceiro deve ser dividido em duas parcelas. A primeira deve ser paga no período entre fevereiro e 30 de novembro e a segunda até 20 de dezembro.

Na primeira parcela apenas o empregador recolhe 8% do FGTS. Já na segunda parte, há novamente o recolhimento de FGTS e o funcionário tem o desconto de INSS e IR, esse último, se necessário.

5. Procure alternativas O pagamento do décimo terceiro tem um grande impacto nas despesas de final de ano da empresa, por essa razão, uma boa alternativa é aproveitar aumentos sazonais de faturamento para reservar uma quantia para esse período. Da mesma forma, não desconsidere solicitar empréstimos com instituições bancárias ou procurar por empresas que oferecem capital de giro para essas situações.

O não pagamento do décimo terceiro dentro dos prazos estabelecidos pode acarretar em multa administrativa e até em sanções por parte de sindicatos. Deste modo, é melhor solicitar auxílio financeiro externo do que se sujeitar à possíveis penalizações.

Gostou das dicas para se planejar para o décimo terceiro? Seguindo essas instruções ficará bem mais fácil realizar o processo. E se tiver dificuldade em reunir fundos para fazer esse pagamento, entre em contato!

Você Vai Se Surpreender Com As Oportunidades Que Temos Para Sua Empresa!